Notícias

Crianças da Escola Primária do 1º e 2º Graus de Makomane marcham em prol do ambiente
Cerca de trezentas crianças da Escola Primária do 1º e 2º graus de Makomane, Município da Vila de Quissico, Província de Inhambane, marcharam esta quarta-feira, dia 05 de Junho, na sua comunidade no âmbito das comemorações do Dia Mundial do Ambiente. Durante a celebração desta efeméride, as crianças ostentaram dísticos com mensagens de exortação ¬ para a mudança de comportamento, tendo ainda realizado actividades culturais, entre elas dança, canto, recitação de poemas, exibição de peças de teatro, exposição de trabalhos manuais e lançamento de torneio de futebol em prol do meio ambiente.

A principal mensagem difundida no seio da comunidade de Makomane pelos petizes foi ainda é tempo para mudar, e vamos todos proteger os nossos recursos naturais. Estas surgem em resposta das constatações do estado dos recursos naturais daquele povoado cuja população ainda usa métodos tradicionais para a exploração de recursos naturais.

Os alunos apostaram numa nova forma da divulgação de mensagens ambientais e direitos da criança que consiste na realização de palestras antes de cada partida de futebol que opor a sua escola contra as equipes de Massava e de Inkavela. Os jogos de futebol fazem parte de um torneio da modalidade lançado no dia 05 de Junho, com intuito de fazer intercâmbio com as três escolas da mesma Zona de Influencia Pedagógica, ZIP, usando?o como meio de difusão de mensagens ambientais. Na ocasião, o Centro Terra Viva (CTV) ofereceu duas bolas de futebol e deu o pontapé de saída torneio.
Para além do CTV a Associação para o Desenvolvimento de Makomane (ADM) e os Serviços Distritais de Educação, Juventude e Tecnologia de Zavala têm estado a promover actividades de cariz ambiental e de direitos da criança naquela instituição de ensino, numa parceria que data de 2017.

Para assinalar a efeméride foram convidados os Serviços de Saúde, da Mulher e Acção Social, da Educação, Juventude e Tecnologia, autoridades locais, líderes religiosos e conselho de escola.

Na ocasião, o líder de Makomane Luís Tafulane Cumbane sublinhou a importância das actividades as crianças têm vindo a realizar e a evolução daqueles petizes para persuasão dos que não têm acesso daquele tipos de abordagens. O representante do CTV no evento, Dinis Mandevane, explicou a genesis do Dia Mundial do Ambiente, tendo enquadrado os ciclones Kennet e Idai no contexto dos efeitos das mudanças climáticas cujos impactos precisam de ser mitigados.

A escola de Makomane iniciou a comemoração das efemérides ambientais e da criança em 2018 depois do lançamento do projecto de educação ambiental sobre formas alternativas de subsistência para Crianças Órfãs e Vulneráveis (COV´s) da Comunidade de Makomane. O projecto esta sendo implementado em parceria com a Associação para o Desenvolvimento de Makomane, Serviços Distritais de Educação, Juventude e Tecnologia de Zavala, com o financiamento da terre des hommes - Alemanha. No âmbito desta iniciativa, as crianças já se beneficiam de lanches com suplementos de peixe, ou seja tilápia, criado em gaiolas pela ADM com envolvimento dos petizes e com envolvimento das crianças e seus cuidadores.

Ao abrigo do mesmo projecto, foram construídos dois tanques ecológicos para a captação e conservação de 20 mil litros de água cada, e uma casa de alvenaria para captação do precioso líquido. As crianças beneficiaram?se ainda de actividades formativas estando agora a desenvolverem a piscicultura tanto na perispectiva extracurricular como dos 20% do curricular local.

Este evento esteve também inserido nas comemorações da quinzena da criança na qual se comemora o dia da criança, 1 de Junho e o Dia da Criança Africana a 16 de Junho.


Notícia Por: Dinis Mandevane

Voltar